Através de denúncia anônima via telefone de emergência 199 da GCM, (Gccom Gcm Simone), foi informado que um caminhão com carne irregular iria fazer entregas em comércios da cidade.

De pronto equipes da GCM, agentes CMT Freitas, Gcm Luciano, Gcm Albuquerque, se deslocaram em patrulhamento com vistas a localizar o caminhão e averiguar a denúncia, num determinado ponto da cidade os agentes abordaram o veículo e em contato com o motorista e um dos supostos proprietários da carne, foi constatado que o produto estaria sem nota fiscal, sem os carimbos de inspeção sanitária, bem como havia nos produtos etiquetas irregulares. No local foi acionado o encarregado de vigilância sanitária do município que constatou as irregularidades, sendo as partes conduzidas a Delegacia de Polícia.

Equipes da Policia Civil já estavam investigando e rastreando o veículo com a carga, momento em que a GCM logrou êxito em localizar e abordar o caminhão com a carne irregular pelo centro da cidade.

Na delegacia através da autoridade policial, Dra. Ana Carolina de Brito, com apoio dos Policiais Civis Marcelo e André, através de uma investigação minuciosa, constaram as irregularidades em documentações apresentadas posteriormente a abordagem.
Por solicitação da autoridade Policial compareceu a delegacia o agente fiscal de rendas do Estado de São Paulo, regional de Bauru e o Diretor de defesa agropecuária regional de Botucatu, que após análise da carne, acabou determinando o descarte, por avaliar que a carga estaria imprópria para o consumo.

Dois autores que se identificaram como sendo os proprietários da carne acabaram sendo presos em flagrante, sendo enquadrados por crime tributário, carga perecível irregular e falsificação de documentos. O veículo frigorifico também foi apreendido.

O inquérito Policial foi instaurado e seguirá em investigação pela Policia Civil de São Manuel.

Últimas Notícias : Pages : FM Integração